Sabe a economia que Bolsonaro diz que vai ter com reforma? 90% sairá do seu bolso

Que o governo faz toma-lá-dá-cá, chantageia a base e omite dados da PEC da reforma da Previdência é de conhecimento público. Mas o que a dupla Bolsonaro e Guedes não fez até agora foi explicar, de verdade, de onde sairá o R$ 1,2 trilhão de “ economia” com a reforma.

Mesmo eles não contando a verdade, destrinchamos de onde virá essa “economia” e adivinha: 90% sairá do bolso do trabalhador mais pobre, dos aposentados por invalidez e outros. Vamos às contas:

R$ 560 bi – economia feita às custas do aumento da idade mínimo, extinção da aposentadoria por tempo de contribuição e demais regras de transição (mudanças que, claro, atingem pobres, classe B, C e média, principalmente)

R$ 11 bi – sairão das pensões por morte, prejudicando diretamente viúvos e órfãos

R$ 79 bi – virão da redução do pagamento da aposentadoria por invalidez

R$ 92 bi – virão da retirada de direitos dos trabalhadores rurais, da redução da pensão por morte e do aumento da idade mínima para aposentadoria das pessoas com invalidez

R$ 169 bi – virão com o fim do abono salarial para aqueles que ganham de um a dois salários mínimos prejudicando diretamente 23 milhões de brasileiros

R$ 34 bi – esse restante será retirado do BPC para idosos em situação de miséria

Total de: R$ 1,04 trilhão “economizados” às custas de pobres, inválidos e trabalhadores, o que corresponde a 87% da economia com a tal da ‘reforma da previdência que (tsc) combate privilégios’ como argumenta a dupla Jair/Guedes.

Por Reforma da Previdência Brasil