PT elege 3 governadores e 4 senadores nas Eleições de 2018

O PT reelegeu três governadores no Nordeste, nas Eleições deste domingo (7) e disputará o segundo turno em outro Rio Grande do Norte no dia 28 de outubro.

Camilo Santana foi reeleito governador do Ceará com mais de 75% dos votos válidos apurados e deixou para trás o tucano General Theophilo. A reeleição por imensa maioria da população comprova o excelente trabalho que o petista tem feito no estado. Camilo Sobreira de Santana é natural do Crato, cidade do Sul cearense. É casado com Onélia Leite e tem dois filhos, Pedro e Luiza. Ele tem como vice a professora Izolda Cela (PDT).

O governador Wellington Dias (PT) foi reeleito neste domingo (7) para seu quarto mandato no Piauí. O petista possui 55% dos votos válidos. Dias foi eleito governador pela primeira vez em 2003. Em 2010 deixou o 2º mandato para concorrer ao Senado, sendo o mais votado com quase 1 milhão de votos. Em 2014 foi eleito para o 3º mandato de governador. Formado em Letras pela UFPI (1982) e especializado em Políticas Públicas e Governo pela UFRJ (1998) e em Gestão Pública em Harvard. O petista deu novo paradigma para o estado, que hoje tem um dos PIBs que mais cresce no país.

Rui Costa (PT) foi reeleito para o governo da Bahia no primeiro turno da eleição. Até as 20h36, ele tinha 75,88% dos votos, contra 21,81% do candidato Zé Ronaldo (DEM). A vitória era apontada nas pesquisas de intenção de voto divulgadas durante a campanha, que indicavam uma larga vantagem do petista. Economista, filho de um metalúrgico e uma dona de casa, Rui Costa foi indicado ao cargo pelo ex-governador Jaques Wagner.

2º Turno
Fátima Bezerra (PT) e Carlos Eduardo (PDT) seguem para o segundo turno na disputa ao governo do Rio Grande do Norte, de acordo com as apurações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas urnas do estado. Fátima já era apontada pelas pesquisas Ibope como a líder das intenções de voto com 45% dos votos válidos. Atualmente ela ocupa o cargo de senadora, conquistado em 2014. Se eleita, vai ocupar pela primeira vez um cargo do Poder Executivo.

Senado Federal
O PT elegeu quatro senadores em quatro estado nas Eleições deste domingo. No Rio Grande do Sul, Paulo Paim foi reeleito senador com 1,8 milhão votos, um total de 17,7%. Ele é autor de diversas Leis, entre elas o Estatuto do Idoso (10.741/03) e Estatuto da Igualdade Racial. Paim também é o autor do Estatuto da Pessoa com Deficiência, do Estatuto do Motorista Profissional, da redução da jornada de trabalho sem redução de salários e do Fundep (Fundo do Ensino Profissionalizante).

O ex-governador da Bahia Jaques Wagner venceu a disputa, com 35% dos votos – cerca de 3,7 milhões – e representará o estado no Senado Federal. Wagner esteve à frente da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico do governo Rui Costa. Antes, o petista foi ministro da Defesa e da Casa Civil, além de chefe de Gabinete nos governos da presidenta legítima Dilma Rousseff.

Outro senador do PT reeleito foi Humberto Costa. O petista teve 25,7% dos votos – um total de 1,6 milhão. Costa foi eleito para o senado em 2010 com 38,8% dos votos válidos. Em 2011, assumiu a frente da liderança do PT e do Bloco de Apoio ao Governo no Senado. No mesmo ano, foi eleito o 13º parlamentar mais influente do Congresso Nacional e o mais influente de Pernambuco. Também recebeu o prêmio Congresso em Foco pela atuação na área da Saúde.

O atual deputado federal Rogério Carvalho Santos teve 298 mil votos – 16,4% – e garantiu uma das vagas do Sergipe para o Senado Federal. Começou sua atuação política no movimento estudantil, enquanto cursava Medicina na Universidade Federal de Sergipe. Depois, cursou doutorado na Unicamp. Entre 2001 e 2006 ocupou o cargo de secretário de Saúde de Aracaju e do estado de Sergipe. Foi eleito deputado estadual e federal, sendo o deputado federal mais bem votado do estado até então.

Da Redação da Agência PT de Notícias