Gleisi: Um ano de golpe. O que melhorou na vida pessoas? Nada

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, participou na noite desta quarta-feira (30), do ato de lançamento do 14º Congresso do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, em Brasília. A senadora elogiou a atuação de Luciana Santos, presidenta do PCdoB, assim como de sua militância e

Senadores querem esclarecer pressa em vender a Eletrobrás

A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) aprovou nesta quarta-feira (30) pedido de audiência pública para debater as consequências e impactos da proposta – do atual governo – de privatização do setor elétrico e as consequências para o desenvolvimento regional. De acordo com o requerimento, de autoria do

Agosto, 2016: Dilma avisa do desastre

Em seu pronunciamento no Senado Federal, durante depoimento no processo de impeachment, no dia 29 de agosto de 2016, a presidenta Dilma Rousseff já alertava para o desastre que se verificou após o seu afastamento definitivo. Além de denunciar o golpe contra a democracia e a Constituição, Dilma advertiu que o que estava em

Oito anos depois, Lula reencontra Usina de Quixadá sucateada

Oito anos depois da inauguração da Usina de Biodiesel de Quixadá, no Ceará, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou ao local, com a caravana Lula pelo Brasil, nesta quarta-feira (30), mas encontrou a usina de portas fechadas. O fechamento aconteceu em 2016, após o golpe contra a presidenta eleita Dilma Rousseff e a

Temer golpeia floresta, povos indígenas e soberania nacional

Em nota publicada nesta terça-feira (29), as executivas estaduais do PT do Pará, Amapá, Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Tocantins e Mato Grosso repudiam veementemente o decreto publicado pelo governo golpista de Temer que declara extinta a Reserva Nacional do Cobre e Associados (RENCA). Segundo os diretórios estaduais do

Executiva do PT: O Golpe foi para vender o Brasil

O Partido dos Trabalhadores recebe com indignação as anunciadas medidas que visam privatizar, a preços inteiramente aviltados, o patrimônio público do Brasil, inclusive a estratégica Eletrobras, uma das maiores geradoras de energia elétrica do mundo, e até mesmo a Casa da Moeda, responsável pela impressão das cédulas do