IP Brasil: percepção negativa de Temer dispara e chega a 92%

A péssima condução do governo do ilegítimo Michel Temer na crise dos combustíveis, e a solução de realizar cortes em investimentos sociais, como na saúde e na educação, para cumprir seu acordo com os caminhoneiros em greve, elevou para 92% a percepção negativa do Brasil segundo levantamento realizado pela consultoria .Map, proprietária do IP Brasil Opinião, índice que mede o apoio da sociedade em relação aos principais temas da atualidade.

Na semana anterior à paralisação dos caminhoneiros, o Índice de Positividade Brasil estava em 42%. Agora, atingiu o nível mais baixo de sua história: 8%.

A crise dos combustíveis expôs, entre outras coisas, o fracasso do projeto entreguista e golpista e das políticas neoliberais implementadas por Temer. Não é à toa que, entre os assuntos que obtiveram o maior índice de positividade esteja o ex-presidente Lula.

O índice de 74% obtido por Lula é prova da força do seu legado e de que o povo sabe que governo mais trabalhou em nome do Brasil, incluindo todos e todas no orçamento e promovendo crescimento com justiça social.

Já o golpista Michel Temer, que foi tema de 12% dos debates, bateu mais um de seus recordes: o apoio a seu governo conseguiu a proeza de ter 0% de apoio.

Da Redação da Agência PT de Notícias, com informações do Valor Econômico