Dilma Rousseff tem encontros na Alemanha e França sobre o golpe

A presidenta eleita Dilma Rousseff está na Europa desde o dia 12 de novembro, uma agenda de encontros em Universidades e com partidos e políticos , além de meios de comunicação, para tratar do processo de Golpe no Brasil e a defesa do regime democrático que permita as eleições livres em 2018.

Na segunda feira (13) foi publicada entrevista que a presidenta concedeu à revista alemã Deutsche Welle, na qual ela fala do golpe e do movimento conservador no país.

Nesta terça (14) ela participou de uma conferência na Universidade Livre de Berlim, onde debateu com o professor Sérgio Costa do centro de estudos do Brasil na universidade e com a ex-ministra da Justiça da Alemanha de 1998 a 2002, Herta Häubler-Gmelin.

Entre os dias 15 e 17, Dilma estará na França, em Estrasburgo, no parlamento da União Europeia, em contato com políticos e partidos para tratar do golpe e das eleições, bem como das caravanas Lula Pelo Brasil e do programa Brasil que o Povo Quer.

Da Redação da Agência PT de Notícias